Ecce Panis Angelorum (1898)

Moteto escrito para soprano e contralto solistas, coro feminino e duas vozes e harmônio. Na ária para soprano, de grande suavidade, estão presentes notas tenutas, fermatas expressivas e uma dinâmica detalhada, elementos presentes na música de cena italiana.